fbpx
Raro Zine entrevista Karlos Junior
26 de maio de 2019
Marcha dos Enterros na Astro Radio – Programa Rock Druid #90
1 de junho de 2019

Saga da banda capítulo 1 : Bruno Dorian

Diário de bordo Data Estelar 20190527

Banda? Ser ou não ser, eis a questão!

Lá nos idos de 2003, quando comecei a produzir música, eu fiz uma run de uns seis meses daquilo que seria o Technofactor v1.0 – o primeiro álbum do TF com cerca de dez faixas. Havia naquele momento a vontade de montar uma banda e juntaram-se a mim, meu grande amigo Luis Schneider e posteriormente Ailton Nunes, de forma que formamos um trio de tecladistas totalmente baseado no Kraftwerk, como a foto a seguir pode atestar.

Inspirados em Krafwerk porém com menos de 10% do orçamento deles.. XP

Os shows com essa formação duraram entre 2004 e 2005, sempre com a dobradinha TF/Cubus (com Diego, João Z e sem o trema na época) e acho que foram uma puta realização considerando que estávamos desbravando o underground carioca com uma cena eletrônica inédita. Meus destaques desse período foram os shows do Espaço Constituição (Centro- RJ) e o primeiro na Baratos da Ribeiro (Copacabana), que apesar do nervosismo foi ultra divertido agitando os presentes e até os transeuntes locais.

Corta para 2019! Quando lancei o Quântico Romance comecei por definir que isto é um projeto musical, porque afinal eu tenho um nome registrado e uma dezena de músicas para trabalhar e distribuir. Eu poderia fazer isso até sem nenhum pseudônimo, mas confesso que é mais divertido usar um. Recentemente, eu respondi em entrevista ao Raro Zine que estou em processo de formar banda.

Entendendo que isso não era exatamente uma premissa, já que eu podia fazer a Enya e ser um desses projetos que não tocam ao vivo, não fazem turnê, mas se mantém lançando material (e tudo bem se for assim), devo comunicar a todos que o novo integrante do Quântico Romance é o Bruno Dorian!

Bruno não é também tão novo por aqui, já que ele sempre foi um colaborador eventual (e pontual). Comigo ele gravou vocais de Êxtase e Shake the desease (cover do Depeche Mode), além de protagonizar o clipe de Marcha dos Enterros. A novidade é que depois de anos tocando com base programada teremos baterista ao vivo.

Mas não é só isso. Como um dos meus amigos mais íntimo e querido, Bruno também é um dos responsáveis pelo Quântico Romance, sendo um dos maiores incentivadores do projeto. Ele também assumirá as funções de letrista e compositor, e pelos escritos que já apresentou, posso afirmar que o camarada tem talento e uma certa veia poética muito interessante. Creio ser uma excelente adesão pro time e vai me aliviar no sentido de ter que fazer tudo forever alone.

Quando penso em banda, inclusive na hora de fazer os arranjos, penso normalmente em bateria, baixo, guitarra, teclado e voz, mas como devo montar esse elenco aos poucos, acho que terei sorte se conseguir um power trio de percussão, teclas e cordas. Vamos com calma, doravante.

Dito isto, então dou boas-vindas ao Bruno, o autêntico gótico cyberpunk carioca! 😀

Os ensaios, a princípio, devem começar até o meio do ano e prometo postar um pouco a nossa evolução e o andamento das coisas. Aguardemos as boas novas e fé nos amigos sempre!

**** Fim da transmissão ****

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.